9 de junho de 2014

Que tipo de mãe/pai você é na internet?



Já li algumas notícias que falavam sobre a queda dos usuários adolescentes no Facebook, nos EUA, após a chegada e aumento da interação dos pais na rede social, porém aqui no Brasil isso não fez com que os jovens abandonassem a rede.
Eu já cometi meus pecados na intenção de ficar sempre por dentro do que a minha filha fazia na internet, mas há algum tempo considero minha relação com ela na internet mais madura.


Não que os pais devam sair do Facebook. “Muito pelo contrário, eles devem permanecer lá, até para ver o que os filhos andam fazendo em ambientes virtuais”, defende Helena, que aconselha: “É só aprender como se portar nele. O Facebook é como uma festa, em que cada pessoa precisa saber como se movimentar, em que tom falar”.

Nesse texto que resolvi compartilhar aqui com vocês, Os 10 comportamentos mais irritantes dos pais no Facebook,  vi nos comportamentos listados dicas que podemos seguir para não passar dos limites constrangendo nossos filhos, sem intenção é lógico, e poder ter uma boa relação com eles na internet porque a nossa presença nesse ambiente virtual é mais do que necessária.


Já que o assunto é internet vou aproveitar para colocar outro link que creio ser muito útil. Lembram do sequestro do menino de Santa Catarina que foi planejado através de informações que o sequestrador colheu no Facebook? Pois é...um alerta para todos nós. Veja aqui fotos que você não deve compartilhar em redes sociais: http://delas.ig.com.br/filhos/2014-03-18/fotos-que-os-pais-nao-devem-compartilhar-em-redes-sociais.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário