20 de abril de 2012

“Minha filha quer ser modelo”… E agora???

Banner para sites
Talvez você já tenha passado por esse dilema, ou ele ainda esteja por vir.
Um dia sua filha chega em casa cheia de novidades, com um cartão nas mãos que recebeu de alguém na rua e te diz: Mãe, Vou virar modelo!
E agora, o que fazer?
Você se vê invadida por sentimentos ambíguos, um misto de alegria e dúvida, a insegurança bate à sua porta.
Calma, respire e tente relaxar!
Este pode ser um momento tenso para você, mas lembre-se que para ela pode ser o início de uma bela oportunidade.
Como fotografa e mãe de modelo passei pelas mais diversas experiências e posso assegurar que não e fácil administrar, porém é possível !
Com freqüência, pais me procuram para pedir ajuda nesse momento, querem saber o que fazer para que sua filha possa iniciar a carreira de modelo com segurança.
Contarei a vcs a seguir como tudo aconteceu...
Minha filha sempre esteve entre as mais altas de sua turma de colégio e por ser também consideravelmente magra recebia como de praxe aqueles apelidinhos que não convém nem citar. Obviamente para uma mãe isso se torna traumático, pois por mais que você se preocupe com a alimentação dela, a menina não engorda!
O que me preocupava ainda mais era que por sua altura, acabava tendo que ficar com a coluna curvada ao conversar com as colegas, o que gerava má postura e possivelmente futuros problemas de coluna. Preocupada com isso tudo, decidi que era hora de fazer alguma coisa para mudar essa realidade. Nem imaginava que ao procurar um curso de modelo para que ela melhorasse a postura e tivesse aulas de etiqueta estaria contribuindo fortemente para que ela escolhesse sua profissão.
O que aconteceu a seguir, foi  uma sucessão de erros e acertos que me levaram a conhecer bem de perto o mundo da moda. Com isso aprendi muito e hoje divido com outras mães e pais essas experiências.
Posso dizer que a profissão de modelo traz consigo uma árdua batalha, mas também a oportunidade de crescimento pessoal e cultural, vivenciando experiências únicas.
Viajando a trabalho os modelos aprendem idiomas, conhecem pessoas e lugares nunca antes imaginados.
Mas afinal, qual o pré-requisito para ser modelo hoje em dia? Mudou algo nos últimos anos?
Você já deve ter ouvido a frase... “Modelo já nasce modelo”! Discordo totalmente!!!
E explico porquê. Bem verdade que o biotipo ajuda bastante, obviamente a menina magra e alta sairá na frente nessa corrida, porém ela precisará de muito mais do que isso para sobreviver ao Mundo da Moda!
A genética conta pontos, mas é preciso talento  para desenvolver outras habilidades. Nem sempre uma garota bonita serve para ser modelo, na realidade e necessário muita disciplina e vontade de vencer, saber perseverar , pois você receberá muitos nãos ate chegar a um “sim”!
Estar preparada para o mercado de trabalho, não se limita a medidas, mas além destas a postura e ética profissional. Conhecer do mercado em que se pretende atuar é fundamental .
Para tanto existem os profissionais que darão suporte ao seu sonho, porém nem todos acabam conhecendo as pessoas certas , o que por muitas vezes faz com que uma modelo em potencial perca sua fé na profissão!
Minha dica para quem quer iniciar é acima de tudo cautela, nada de sair correndo atrás de uma agência, pois nem todas são sérias. Mas como avaliar, se você não sabe nada sobre isso?
Quando você esta doente vai ao médico, certo? Errado!
Você procura o “especialista” no seu problema, afinal  não quer ficar ainda pior.
Algumas dicas para saber se você está no caminho certo serão tratadas no nosso próximo encontro e muito mais sobre a profissão de MODELO.
Grande abraço e ate lá!




2 comentários:

  1. Acho que tudo é uma questão de equilíbrio e, principalmente se dá prazer à criança/adolescente e não atrapalha estudos e infância.
    Beijos!!
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Cris, tem que haver equilibrio


    MamiHardRock (Keka)
    http://testdrivemami.com
    #amigacomenta

    ResponderExcluir