21 de março de 2012

Ayrton Senna, meu pai e minhas lembranças




Hoje pela manhã quando li que era aniversário de Ayrton Senna e que, se estivesse vivo ele faria 52 anos foi impossível não lembrar do meu pai e começar a chorar.

Sempre aos domingos íamos ao clube, mas só quando acabasse a Fórmula 1. Eu ficava lá esperando aquilo terminar sem prestar muito atenção, até que um dia fui perguntar: Isso não acaba nunca? Ficam dando volta nisso, coisa sem graça! Então meu pai foi me explicar.

No outro domingo estava eu lá mais uma vez perguntando da bandeirada, do sinal, dos carros...devo ter enchido o saco dele! Quando percebi já estava lá assistindo e torcendo junto com ele.
Meu pai vibrava muito com as vitórias do Senna e eu junto. Era um momento nosso...pai e filha. E só me dei conta do quanto aquilo era especial depois que não existia mais. Mas, curti muito e hoje trago comigo essas lembranças maravilhosas.

Em 28 de abril de 1993, meu pai faleceu. A F1 passou a ser uma hora de lembranças em que torcer sozinha tava sendo duro pra uma menina de 13 anos. Mas já tinha tomado gosto pela coisa e cada corrida que eu conseguia ver e comemorar ao som do famoso "Tema da Vitória" me trazia muitas emoções.

Quando os sentimentos e a vida estavam começando a se organizar, Senna sofre um acidente e morre em maio de 1994. Não vou nem falar o quanto chorei e como foi tudo difícil na minha cabeça, que na época tinha 14 anos.

Hoje ficaram as lembranças dos momentos em que assistia a corrida com meu pai e torcia por esse piloto espetacular que eu aprendi a admirar com o meu ídolo eterno: Meu Pai.




Dica: Em Camboriú, na Kadiz Esportes e Lazer há o museu " Tributo a um Campeão" com fotos e objetos relacionados ao Senna. Vale uma visita! Se não puder ser pessoalmente, acesse o site (clique aqui).
Horário de funcionmento do museu: segunda à sexta-feira, das 18h às 24h ou sábados e domingos das 16h às 22h. A exposição é gratuita.

Instituo Ayrton Senna (clique aqui)

7 comentários:

  1. Fórmula 1 também me lembra meu pai, ainda vivo! Todo domingo assistiámos, adorava!
    Em 1993 me casei e ainda assistia a Fórmula 1, mas na minha casa e meu pai na dele. Depois que o Senna morreu não assistimos mais.
    Loucura essas coisas, né?

    Beijão.
    #amigacomenta
    http://www.vidademaejestade.com/

    ResponderExcluir
  2. Ayrton Senna foi meu grande ídolo, ainda é. Também sepre acompanhei meu pai assistindo à fórmula 1, a diferença é que comecei aos 2, 3 anos de idade, lá nos tempos do Fittipaldi (sou velha, tá) e sigo assistindo, sou grande fã do esporte. Mas o Senna foi uma lenda e ficará sempre vivo no nosso coração, assim como teu pai que te deixou boas memórias.

    Bjs
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  3. Ayrton era um ícone, eu s;o assistia por causa dele. Chorei tnt qdo ele morreu, lembro que perguntava da minha mãe se era vdd, foi uma das pessoas que fizeram eu ter conhecimento sobre o que era de fato a morte.
    bjs
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  4. sempre bom termos boas lembranças, né?
    pra mim o dia que Ayrton morreu foi um choque, tinha 15 anos!
    meu pai adora fórmula 1, mas a adoração é pelo timão!!!
    ahaahhahahahaha

    beijos
    Paola
    #amigacomenta
    www.dicasdamaedipa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Tão bom ter uma lembrança assim, né?
    Minha infancia foi muito conturbada, meus pais se divorciaram qdo eu tinha 6 anos e minha mãe proíbia meu pai de me ver, mesmo assim tenho boas lembranças nossas!!

    Bjos!

    Loreta #amigacomenta;)
    @bagagemdemae

    ResponderExcluir
  6. Essas lembranças são muito aconchegantes, né?
    Meu pai também é fã de formula 1, até hoje. E agora já ensaia passar esse gosto para o neto...Parabéns pelo blog.
    Abraços
    Bárbara Murayama.
    barbaramurayama.blogspot.com
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  7. Oi Monica, o meu pais é louco por fórmula I até hoje. E eu louca pelo Ayrton Senna.
    Eu também acabei gostando de fórmula I de tanto assistir ao lado dele esperando para fazermos alguma coisa.
    As suas lembraças me deu saudade do meu e me fez pensar que devo aproveitá-lo mais enquanto ainda o tenho.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #amigacomenta

    ResponderExcluir