2 de abril de 2011

Orgulho de mãe


Ontem no programa Mais Você teve comemoração do aniversário da @ana_maria_braga e é por causa de uma das cenas do programa que resolvi fazer esse post.
Ela relembra o dia em que comemorava seu aniversário com um programa com platéia e na platéia estava sua mãe que a olhava cheia de orgulho. Um olhar que ela não esquece até hoje.
Aí que vêm o meu assunto!
Eu não sei que tipo de olhar é esse. Nunca minha mãe me olhou com esse orgulho!
Minha mãe sempre sonhou que fizesse uma faculdade, tivesse um emprego bom e infelizmente nada disso aconteceu.
Me casei muito nova com 16 anos e aos 17 já tinha minha primeira filha. Me separei quando Victória tinha 18 meses e fui morar com minha mãe. Por ser muito nova minha mãe tomou a frente da situação e quando me dei pr conta eu não tinha mais espaço para ser mãe, por mais que quando a coisa apertasse eu era que tava lá e a cobrança era toda pra mim.
Lá fui eu fazer uma faculdade de Letras simplesmente porque eu gostava de inglês. (gostava de inglês e não de latim,filologia e outras coisas mais estranhas) Fui ficando na faculdade pq fiz amigos, tinhas as festinhas e etc. Pois bem...a faculdade FEDERAL entra em greve e minha mãe me aparece com a inscrição de uma faculdade particular. Ham? Quem pediu? Mas aí de mim se disesse NÃO, afinal de contas eu tinha carro, cartão de crédito, ela cuidava minha filha e estava me dando a oportunidade de estudar. Então tá...fui escolher entre os cursos que eu não queria fazer qual seria o menos ruim de fazer.
Passei no vestibular e quando a greve acabou estava eu fazendo faculdade a tarde e a noite sem ao menos saber se eu queria fazer uma delas.
Ahhh e minha mãe super orgulhosa pq eu fazia 2 faculdades? NÃO! Ela sempre estava reclamando de alguma coisa ou falando de fulano ou cicrano que ganhava bem e morava não sei onde que eu devia seguir o exemplo.
A sensação que tinha/tenho até hoje é que nada que faço vai dar orgulho á ela. Sempre vai ter alguém que virou "coronel", "juiz", "desembargador"(minha mãe adora essas patentes) e que ela está olhando querendo que fosse igual.
Quando casei pela 2 vez ainda tentei contiuar a faculdade, pra ela não ficar triste, mas ficou tudo muito difícil. Nos mudamos para outra cidade, aqui eu não tinha amigos, nem família. Éramos só nós 3 (eu, meu marido e minha filha), mas como pessoa para mim foi melhor.
Atualmente estamos passando por uma "bela" crise financeira, então não posso querer que minha mãe sinta orgulho de mim como uma profissional bem sucedida, mas queria muito que ela se orgulhasse de mim como pessoa.
Quem sabe um dia ela sinta orgulho de mim e eu possa saber o quanto é bom esse brilho de orgulho no olhar de uma mãe.


  • Voltei aqui para fazer uma observação:
A minha mãe é uma mulher maravilhosa, eu sei que ela me ama ( eu a amo muito!) e sempre me ajudou em tudo que eu precisei. Mas, quando resolvi escrever o blog foi com a itenção de compartilhar sentimentos, ajudar e aprender com outras mães. Nós aprendemos com os erros e acertos umas das outras e como mãe a minha também errou e acertou, mas isso não diminui o amor dela por mim. É isso gente!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Eu não sei também se vi, alguma vez, esse olhar da minha mãe. Ela diz que tem, mas... nossa relação sempre foi esquisita. Por isso trabalho uma relação bem diferente com as meninas. Enfim... Quem sabe no futuro?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Não se sinta assim! Uma coisa é certa, vc não vai repetir a mesma coisa com seus filhos, e eles sentirão orgulho da mãe que tem. É isso!


    Tbm fui muito julgada por minhas mães, passei a morar e me cuidar sozinha qdo tinha 18 anos... e hoje, sete anos depois é q elas foram se orgulhar de mim, tem orgulho da forma q levo a vida, q crio meu filho, do marido q tenho...

    Sempre tive a certeza do amor delas, mas elas queriam mais...

    Faça por seus filhos!

    beijooo

    Raquel

    ResponderExcluir